25 Novembro, 2019

O melhor GTi compacto

vA potência e a velocidade são intrínsecas ao automóvel. Quase desde o momento da sua invenção, o objectivo era competir e oferecer modelos que se destacassem, entre outras coisas, pela sua potência e desempenho, geralmente extraídos graças à mais recente tecnologia e tecnologia do momento. No entanto, os elevados custos de desenvolvimento e de produção, bem como os elevados custos de manutenção, fizeram destes automóveis um produto quase exclusivo para quem tinha uma conta bancária saudável. Uma situação que ainda hoje se mantém, e talvez até mais, embora exista também um segmento de mercado em que, desde há algumas décadas, estão disponíveis modelos de alta performance a preços muito mais modestos.

Que ningu√©m se deixe enganar, pois estes carros continuam a ser caros para comprar e manter, mas a um n√≠vel ao alcance de um maior n√ļmero de utilizadores. Para o conseguir, porque nada √© de gra√ßa, √© necess√°rio reduzir os custos de desenvolvimento e de produ√ß√£o, de modo a que os pre√ßos de venda ao p√ļblico possam ser contidos at√© certo ponto, o que se consegue reduzindo o desempenho, partindo ao mesmo tempo de um desenvolvimento j√° conclu√≠do com uma grande produ√ß√£o. Por outras palavras, utiliza-se um modelo espec√≠fico e melhoram-se determinadas sec√ß√Ķes como a suspens√£o, os trav√Ķes, a direc√ß√£o e, obviamente, o motor, entre muitos outros aspectos. Os exemplos s√£o muitos e variados, embora s√≥ nos anos 70 se tenha encontrado a f√≥rmula perfeita, ou quase, para poder oferecer um ve√≠culo desportivo e divertido de conduzir a pre√ßos que, apesar de elevados, estavam ao alcance de muitos utilizadores.

Na altura, tratava-se de um conceito sem precedentes que, al√©m disso, surgiu quase por acaso e, para c√ļmulo, √†s escondidas. N√£o se tratava de um projecto "de marca", mas de algo que alguns engenheiros desenvolveram nos seus tempos livres. Se n√£o conheces esta hist√≥ria, fica a saber que estamos a falar da cria√ß√£o do Volkswagen Golf GTi, o primeiro carro compacto do mercado que podia ser considerado um carro desportivo e que inaugurou um novo nicho que ainda hoje √© v√°lido e representa o topo de gama de cada modelo. Para quem n√£o conhece a hist√≥ria, vale a pena mencionar que foi originalmente concebido para ser uma s√©rie limitada, caso o produto fosse um fracasso de vendas. E n√£o, n√£o foi um fracasso, na verdade o seu sucesso foi t√£o grande que outros fabricantes foram "obrigados" a criar as suas pr√≥prias interpreta√ß√Ķes do conceito.

De 110 cv a mais de 300 cv. A evolução do compacto 'GTi'

Quando o primeiro Golf GTi ficou pronto, tinha um motor a gasolina de 110 cv (proveniente da Audi), um peso m√≠nimo de 800 kg e um visual espec√≠fico. Obviamente, houve altera√ß√Ķes invis√≠veis, como o refor√ßo da suspens√£o, dos trav√Ķes e do chassis, exactamente iguais aos actuais. Pode n√£o parecer muito, mas o Golf estava longe de ser o carro que √© agora, era um utilit√°rio "bonito" que se estava a tornar um carro desportivo. Diz-se que o projecto gerou muita disc√≥rdia e, apesar do secretismo, o debate chegou ao parlamento alem√£o.

Pode ter sido uma adição à lenda do modelo para o tornar maior e mais atractivo, ou pode ter sido verdade, mas é claro que o conceito criou muito burburinho. Ao longo dos anos, o conceito evoluiu de várias formas e, dos 110 cv iniciais, passou gradualmente para os actuais mais de 300 cv. De facto, se tivermos em conta alguns modelos muito específicos, as potências dos GTi modernos ultrapassam largamente os 300 cv, como é o caso do Ford Focus RS.

E este é o problema deste tipo de carro actualmente: o que entendemos por um GTi compacto? O conceito foi-se desvirtuando ao longo dos anos, com a evolução tecnológica e técnica, bem como com o desejo dos construtores de terem o carro compacto mais potente, passando para carros muito potentes e rápidos, mas luxuosos e pesados. A ideia actual de um carro desportivo compacto está um pouco longe da original, embora a oferta seja realmente espectacular. Estamos a falar de modelos concebidos para uma utilização "normal", ou seja, para ir do ponto A ao ponto B de uma forma confortável, simples e económica, mas que sofrem uma notória transformação e podem atingir mais de 350 cv.

Compactos desportivos à venda

Os autom√≥veis compactos e, por conseguinte, as suas vers√Ķes desportivas, t√™m vindo a evoluir paralelamente aos avan√ßos da ind√ļstria e, ao mesmo tempo, de acordo com os gostos cada vez mais diversificados dos utilizadores. Hoje em dia, os compactos s√£o muito maiores do que h√° 40 anos, est√£o mais bem equipados e s√£o mais pesados devido ao seu maior tamanho e equipamento. Ser√° que continuam a ser verdadeiros representantes do conceito GTi que a Volkswagen iniciou nos anos 70? A nossa lista pode responder-te a esta pergunta..

Calcula o teu Renting

Em menos de 2 minutos descobre se podes alugar um carro novo sem compromiss

Simula o teu renting

ford focus st laranaja

Ford Focus ST

A Ford, embora possa parecer uma marca "de heran√ßa", tem a sua sede e origens nos Estados Unidos. √Č uma das poucas e quase a √ļnica empresa americana que conseguiu introduzir os seus produtos no Velho Continente. O facto √© que fizeram as coisas da maneira certa, abrindo uma divis√£o na Europa e criando aqui modelos concebidos para serem vendidos neste mercado. Um dos seus carros mais famosos √© o Ford Escort, cuja hist√≥ria est√° ligada aos ralis e ao especialista brit√Ęnico Cosworth. No final da d√©cada de 1990, este modelo deu lugar ao Focus, que rompeu com tudo o que tinha sido visto no Escort at√© ent√£o e trouxe a Ford para uma nova era.

O Ford Focus, que j√° conta com quatro gera√ß√Ķes, sempre se destacou como um dos melhores da sua classe em termos de comportamento, acabamento e vers√Ķes desportivas. Destas, o Focus RS √© o carro-chefe e o Focus ST √© a vers√£o que representa a marca na nossa lista. Tal como em edi√ß√Ķes anteriores, a imprensa especializada tem muito boas cr√≠ticas a este carro e s√£o normalmente as mesmas: um √≥ptimo chassis, electr√≥nica bem concebida, bons acabamentos e uma condu√ß√£o muito divertida e desportiva, sem ser desconfort√°vel. Tamb√©m √© muito r√°pido, com um motor 2.3 EcoBoost de 280 cv. S√£o quase 60 cv a mais que o lend√°rio Ford Escort RS Cosworth.

Um GTi compacto que n√£o s√≥ √© r√°pido, como tamb√©m pode ser utilizado como um √ļnico carro em casa, uma vez que a suspens√£o, a economia de combust√≠vel e o vasto equipamento o tornam poss√≠vel. Tem cinco portas, uma bagageira decente e √© esteticamente discreto. Tamb√©m est√° dispon√≠vel com um motor diesel e uma carro√ßaria de carrinha.

Hyundai i30N azul claro

Hyundai i30N

A Hyundai √© a surpresa dos √ļltimos anos, tendo criado um carro compacto que n√£o faz inveja aos melhores modelos do seu segmento. N√£o surpreende que seja um carro concebido, desenvolvido e constru√≠do na Europa, para ser vendido na Europa. A Hyundai quer apresentar uma imagem de fabricante local no nosso mercado e n√£o ser associada √†s suas origens sul-coreanas. Muitos condutores desconfiam quando n√£o se trata de uma marca europeia, mesmo que seja um bom produto.

Assim, a empresa apresentou a actual gera√ß√£o do Hyundai i30, um verdadeiro passo em frente capaz de desafiar muitos outros modelos, que tamb√©m deixou todos os f√£s de autom√≥veis de boca aberta com uma vers√£o muito, muito desportiva: o Hyundai i30N. A imprensa especializada considera-o um dos compactos GTi mais interessantes do mercado, com um motor que pode ter 250 ou 275 cv (i30N Performance) e cuja afina√ß√£o foi feita no famoso circuito alem√£o de N√ľrburgring e teve como respons√°vel um antigo membro da divis√£o BMW M, a respons√°vel pelos carros mais desportivos da BMW.

Tal como o Ford Focus ST, √© um carro que pode ser utilizado como um √ļnico ve√≠culo, embora neste caso a sua configura√ß√£o seja um pouco mais radical do que a do Focus e seja um pouco mais desconfort√°vel em termos de suspens√£o, mas mais excitante e divertido de conduzir numa estrada sinuosa. √Č um carro para os entusiastas da condu√ß√£o desportiva. Tem uma carro√ßaria Fastback, pr√≥xima de um sedan e com uma imagem muito atraente. Recentemente foi lan√ßada uma edi√ß√£o especial denominada I30N Project C, muito mais radical e desportiva.

honda civic type r branco

Honda Civic Type R

O Honda Civic Type-R √© talvez um dos carros mais loucos do mercado. O seu design parece sa√≠do de uma banda desenhada japonesa, com enormes entradas de ar frontais, contrastes de cores fortes e um spoiler traseiro gigantesco, combinados com jantes apelativas e pequenos detalhes aerodin√Ęmicos. Visto de tr√°s, a vis√£o desse enorme spoiler e do tubo de escape, formado por tr√™s ponteiras no centro da traseira, √© uma vis√£o impressionante. √Č um carro que causa impacto.

Se te sentares ao volante deste carro japon√™s, vais encontrar um dos modelos mais radicais do segmento. Desde logo, √© um dos mais potentes, com 320 cv gra√ßas a um motor 2.0 turbo. √Č tamb√©m um dos mais r√°pidos, com uma velocidade m√°xima superior a 260 km/h. N√£o √© um modelo para todos os condutores, pois a direc√ß√£o √© muito r√°pida, a suspens√£o √© bastante firme e, embora tenha uma carro√ßaria de cinco lugares e muito espa√ßo, n√£o √© um carro para viagens longas. √Č um carro para o divertimento de fim-de-semana e viagens curtas.

Um dos seus pontos de venda, para al√©m da sua apar√™ncia ou desempenho espectaculares, √© o facto de ter sido o carro de trac√ß√£o dianteira mais r√°pido no famoso circuito de N√ľrburgring, conhecido como "O Inferno Verde". Tem v√°rias op√ß√Ķes de acabamento e, sem d√ļvida, nem sequer deveria estar nesta lista.

seat leon cupra prata

SEAT Leon Cupra

O compacto espanhol é um dos carros mais populares entre a imprensa automóvel e os entusiastas. Surgiu em 1998 como uma variante mais informal e desportiva do SEAT Toledo de segunda geração, que ultrapassou em vendas e vida comercial. Hoje é um importante pilar de vendas e a sua versão mais desportiva, denominada Cupra (de CUP Racing), é um objecto de desejo em países como a Alemanha e o Reino Unido, onde a cultura automóvel é verdadeiramente exemplar.

Este √© o √ļltimo SEAT a ostentar o apelido Cupra, uma vez que se tornou uma marca separada. At√© agora, teve v√°rias vers√Ķes que v√£o dos 280 cv aos 300 cv, que passaram a 290 cv ap√≥s a chegada do ciclo WLTP. No entanto, como projecto da divis√£o desportiva da marca, a SEAT Sport, √© um dos compactos desportivos mais eficientes e compensadores do panorama actual. Conta ainda com uma vers√£o adicional, altamente exclusiva, denominada Leon Cupra R, que aumenta a pot√™ncia do motor para 310 cv (300 cv com transmiss√£o autom√°tica DSG).

Actualmente disponível nas carroçarias de cinco portas e carrinha, existia também uma variante de três portas conhecida como SC (SportCoupé) que foi retirada do mercado. Em breve deixará de estar à venda, assim que a nova geração do SEAT Leon chegar ao mercado, uma vez que passará a ser um modelo da nova marca CUPRA.

peugeot 308 gti azul

Peugeot 308 GTi

Quando se trata de tradi√ß√£o desportiva, os franceses da Peugeot s√£o a refer√™ncia. As vers√Ķes de alta performance dos seus modelos mais populares foram sempre muito apreciadas. Muitos entusiastas lembrar-se-√£o da segunda edi√ß√£o do Peugeot 205 GTi, que, com 130 cv e um chassis afinado, foi um objecto de desejo h√° quase tr√™s d√©cadas e √© hoje um carro de colec√ß√£o. Mas, como seria de esperar, este √© apenas um exemplo, porque h√° outros mais pr√≥ximos do nosso protagonista que merecem ser recordados, como o brilhante Peugeot 309 GTi e os seus 160 cv.

Este √ļltimo √© precisamente um dos antecessores do Peugeot 308 GTi, que √© o actual representante da empresa francesa neste segmento guerreiro. √Č um carro que beneficia da experi√™ncia da divis√£o desportiva da marca e, de acordo com as opini√Ķes da imprensa especializada, √© um dos melhores desportivos compactos do momento. √Č, no entanto, um dos carros menos potentes da lista, mas isso n√£o faz dele um carro lento. O facto √© que, com 265 cv, est√° longe dos carros mais selvagens como o Honda Civic Type-R, embora tamb√©m n√£o seja t√£o radical como o Honda Civic Type-R.

O Peugeot 308 GTi está no fim da sua vida comercial. Poderá não ser substituído, de acordo com os rumores que se podem ler na Internet, uma vez que a marca está a concentrar os seus esforços na electrificação e poderá converter os seus modelos mais potentes em veículos electrificados. Só está disponível com uma carroçaria de cinco portas, mas tem uma distinta pintura preta de meia porta e, para completar, um diferencial autoblocante dianteiro Torsen.

renault megane rs amarelo

Renault Mégane R.S.

Em 2004, a Renault Sport vira o segmento dos compactos de pernas para o ar com o lan√ßamento de um modelo que √©, desde ent√£o, uma refer√™ncia. Depois de um longo per√≠odo de seca, a primeira gera√ß√£o do Renault M√©gane R.S. surge com um motor 2.0 Turbo de 225 cv, transformando o compacto franc√™s num autom√≥vel desportivo de alto n√≠vel. Um carro para entusiastas que rapidamente se imp√īs entre os amantes da condu√ß√£o, at√© que chegou o ano de 2008 e, sem d√ļvida, tudo descarrilou. Foi ent√£o que o Renault M√©gane R.S. R26.R, uma vers√£o muito radical criada para celebrar o sucesso da F√≥rmula 1, bateu o recorde dos autom√≥veis da sua categoria no famoso circuito de N√ľrburgring.

Desde então, cada geração do Mégane R.S. foi evoluindo, até que a actual trouxe para a mesa um compêndio tecnológico digno de qualquer campeonato mundial. A evolução em relação à geração anterior foi notória e conta agora com um eixo traseiro direccional (o sistema chama-se 4CONTROL e só marcas como a Porsche o utilizam), um sistema de aquisição de dados, um cronómetro com possibilidade de descarregar os tempos para um computador, uma caixa de velocidades automática com comandos no volante (opcional) e um motor de 280 cv na sua versão mais básica, com a opção de até 300 cv no R.S. Trophy e Trophy R.

O Renault Mégane R.S. é também um dos compactos GTi mais acessíveis, com um preço de pouco mais de 30.000 euros para a versão de 280 cv. Por esse dinheiro, obtém um dos compactos mais carismáticos do segmento, desenvolvido por engenheiros com experiência em Fórmula 1.

Volkswagen Golf Gi Vermelho

Volkswagen Golf GTi

Os compactos desportivos nasceram nos anos 70, nos tempos livres de engenheiros alemães que gostavam de se divertir e adoravam o seu trabalho. Moldaram um carro que, assim que os gestores o viram, ficaram cativados e decidiram lançar uma edição limitada. O sucesso foi tal que levou ao aparecimento de muitos outros como ele e, claro, levou à lista que estás a ver agora. Esse carro foi o Volkswagen GTi, o primeiro carro desportivo compacto a ser lançado no mercado e um pioneiro num nicho que atingiu alturas incríveis.

O Volkswagen Golf GTi evoluiu juntamente com o próprio modelo e é agora a referência para todos os fabricantes. O mais curioso do Golf GTi é o resultado que oferece no seu conjunto. Não é o mais rápido ou o mais potente, não é o mais desportivo ou o mais luxuoso, não é o maior nem o mais bonito (embora isso seja muito pessoal), mas a soma de todas as suas características faz dele um dos rivais a bater no segmento. E depois há a aura que rodeia o Volkswagen Golf e toda a história que construiu, porque a imagem vai longe e garante muito sucesso.

A actual gera√ß√£o j√° chegou ao fim e √© poss√≠vel que j√° n√£o existam unidades do Golf GTi nos concession√°rios. At√© agora, s√≥ estava dispon√≠vel na sua vers√£o Performance, com suspens√£o, trav√Ķes e equipamento especiais. O seu motor de 245 cv √© o menos potente da nossa lista, mas tem vers√Ķes como a Clubsport, uma das mais desportivas e mais potente que a vers√£o base, com 265 cv, que podem ser aumentados para 290 cv com a fun√ß√£o overboost. O Golf GTi Clubsport S tinha 310 cv de pot√™ncia, que baixou para 290 cv no Golf GTi TCR. Todos estes modelos s√£o edi√ß√Ķes limitadas e s√≥ est√£o dispon√≠veis no mercado de segunda m√£o.

Faixa Bónus: Compactos GTi Premium

n√£o achaste o alinhamento de modelos apresentado suficiente? Pois bem, temos ainda mais, pois as marcas premium t√™m a sua pr√≥pria vis√£o destes carros. Uma vis√£o que, como poderias esperar, √© bastante exagerada em termos de desempenho e, claro, de pre√ßo. Os compactos GTi Premium s√£o t√£o potentes e r√°pidos como alguns dos desportivos de maior sucesso de h√° 20 anos atr√°s, que podem desafiar em termos de tecnologia, qualidade de constru√ß√£o e desempenho quando se trata de extrair at√© √† √ļltima gota do seu potencial.

audi rs3 prata

Audi RS3 Sportback

Os automóveis Audi RS são um mundo à parte dentro da própria Audi. São produtos criados pela divisão desportiva da marca, que também é responsável pelo seu fabrico, com tudo o que isso implica. Quando a empresa alemã decidiu entrar no mercado dos carros compactos, em 1996, a versão mais potente era o Audi S3, que partilhava um motor e muitos componentes com a primeira geração do SEAT Leon Cupra. Produzia 210 cv na sua primeira edição e 225 cv na segunda, tornando-o num dos compactos mais rápidos e desportivos do seu tempo.

Eventualmente, a marca decidiu ir um pouco mais longe e lançou o Audi RS3. Aqui tudo mudou e a performance foi multiplicada exponencialmente. Hoje, o RS3 Sportback tem 400 cv, que são entregues à estrada graças a um sistema de tracção integral e a uma transmissão automática que facilitam o domínio desta fera. O seu desempenho pode rivalizar com alguns modelos Porsche de há não muito tempo e o seu motor, um 2.5 turbo com cinco cilindros, produz tanta potência como o 3.6 V8 do Ferrari 360 Modena que deixou de ser produzido em 2004.

bmw m135 azul

BMW M135i xDrive

A nova geração do BMW Série 1, criticada por ter abandonado a propulsão em favor da tracção dianteira, iniciou a sua vida comercial com uma versão muito desportiva e bastante potente, graças aos seus 306 cv. Não é o BMW Série 1 mais potente de sempre, pois a primeira geração teve uma versão verdadeiramente brutal, o BMW 1M Coupé, que produzia 340 cv e tinha um carácter muito agressivo e radical. A segunda geração também teve uma versão desportiva, o M140i, que também produzia 340 cv, mas não era tão radical nem tão desportivo como a primeira geração.

O novo BMW M135i xDrive √© um carro potente, mas fica aqu√©m dos seus rivais em termos de desportividade ou desempenho. Muito abaixo. A BMW deu a honra de lutar com estas feras ao BMW S√©rie 2, a variante coup√© que foi retirada do S√©rie 1 para ter a sua pr√≥pria gama de modelos. Sim, √© um pouco confuso e, talvez, desinteressante. Voltando ao novo M135i, vale a pena notar a adop√ß√£o de trac√ß√£o integral, um diferencial autoblocante e afina√ß√Ķes especialmente desenvolvidas para fazer dele um carro que emociona ao volante sem ter de recorrer a pot√™ncias elevadas.

Mercedes Classe A AMG

Mercedes-AMG A45 4MATIC

A Mercedes inverteu a sua estrat√©gia no segmento dos compactos e lan√ßou um modelo que tem sido um sucesso estrondoso. Tinha um design atraente, desportivo e jovem, bem como vers√Ķes muito din√Ęmicas com motores para todos os gostos. No entanto, a vers√£o desportiva foi a que mais se destacou, tornando-se o compacto mais desportivo do mercado sem ter de ser o mais potente. Mant√©m, no entanto, o t√≠tulo de motor turbo de 2.0 litros mais potente do mercado: 381 cv.

A gera√ß√£o actual ultrapassou o limiar e posiciona-se como um dos compactos mais potentes e r√°pidos de todos os tempos. O novo Mercedes-AMG A45 4MATIC, que est√° dispon√≠vel em duas vers√Ķes, debita 387 cv ou uns impressionantes 421 cv. O motor turbo de 2,0 litros com uma pot√™ncia espec√≠fica de 211 cv por 1.000 cent√≠metros c√ļbicos de cilindrada. √Č simplesmente brutal, tal como os seus 500 Nm de bin√°rio ou os seus 0 a 100 km/h em 3,9 segundos. E, sim, √© tremendamente caro, bem acima dos 55.000 euros.

Renting de carros

Ele estreia seu carro sem preocupa√ß√Ķes e adaptando -o a voc√™