DS 4

Estilo √ļnico e elegante

  • Est√° bem equipado
  • Tem uma gama de motores potentes e econ√≥micos
  • √Č um carro de aspecto distinto
  • A sensa√ß√£o de m√° qualidade interior
  • Achamos o pre√ßo um pouco caro
  • Deveria ser um carro mais pr√°tico

Descobre o DS 4

A DS 4, anteriormente Citro√ęn, faz agora parte da gama DS, que compete com Audi, BMW e outras marcas premium. √Č mais ou menos do tamanho de um Audi A3 ou BMW S√©rie 1 mas um pouco mais alto. Os motores diesel variam entre os 118 cv 1.6 litros e os 2.0 litros com 148 cv ou 178 cv, este √ļltimo apenas dispon√≠vel com uma caixa de velocidades autom√°tica.

Existem também motores a gasolina de 1.2 ou 1.6 litros com 129 cv e 207 cv respectivamente ou uma gasolina de 1.6 litros com 163 cv.

A DS 4 é uma combinação bastante estranha, supostamente misturando um aspecto coupé e um interior de luxo com a praticidade de um hatchback normal. Para confundir ainda mais, existe uma versão 'Crossback' que adiciona elementos SUV à mistura.

As barras de tejadilho e as extens√Ķes do arco das rodas s√£o exclusivas do Crossback, juntamente com um aumento da altura do ve√≠culo, o que significa que te sentas 3cm mais alto do que na DS 4 normal. Apesar do seu aspecto todo-o-terreno, a trac√ß√£o √†s quatro rodas n√£o √© sequer uma op√ß√£o.

Existem apenas dois níveis de acabamento na DS 4 normal: o nível de entrada Elegance e Prestige.

Até os modelos de nível de entrada recebem rodas de liga leve de 17 polegadas, luzes e limpa pára-brisas, controlo climático de zona dupla e um sistema de info-entretenimento com ecrã táctil de 7 polegadas com Apple CarPlay e sat-nav.

Os modelos Crossback s√£o baseados nos acabamentos Prestige. Se te quiseres destacar, est√° dispon√≠vel uma vasta gama de op√ß√Ķes de personaliza√ß√£o.

Queres mais informação sobre o DS 4?

Informa√ß√Ķes de prote√ß√£o de dados de idoneo Leia antes de aceitar

Interior DS 4

Divers√£o ao volante

Condução

O motor a gasolina de 1.2 litros desenvolve 129 cv e est√° sempre pronto para trabalhar em inclina√ß√Ķes particularmente √≠ngremes. O 1.6 diesel pode ser menos potente a 118 cv mas tem mais ponche na estrada.

A versão de 148 cv do diesel 2.0 é tentadora, pois tem o mesmo consumo de combustível que o de 1.6 litros, um consumo estimado de 3.2l/100km.

Mesmo em estradas suaves, há um movimento vertical constante que torna difícil relaxar. Também vais sentir que cada batida é perceptível no seu murro através da suspensão.

Apesar de não haver muito movimento do corpo, a direcção não é natural, enquanto que os solavancos no meio do chocalho são um incómodo demasiado grande. O problema é que, com as rodas grandes de 19 polegadas, as coisas ainda pioram, em parte graças à suspensão desportiva. Mesmo com isto, a DS 4 não é um carro agradável de conduzir.

O Crossback é significativamente melhor graças à suavidade da suspensão. A condução é muito mais confortável sem causar grandes problemas. Em superfícies lisas, o movimento constante da DS 4 standard é significativamente reduzido, tornando as viagens longas numa experiência muito mais agradável.

Se encontrares uma secção cicatrizada de alcatrão, o Crossback é muito menos inseguro. Há um pouco mais de corpo a rolar nas curvas, enquanto os solavancos no meio da curva são menos susceptíveis de afectar o Crossback.

Disposição interior

Uma das primeiras coisas em que reparas √© no p√°ra-brisas panor√Ęmico, que vem como padr√£o. Este estende-se at√© ao telhado e d√° uma sensa√ß√£o leve e arejada √† cabina da frente. Felizmente existem viseiras extens√≠veis em duas partes que significam que n√£o vais ficar cego durante o p√īr-do-sol ou o nascer do sol.

√Ä primeira vista, a cabina parece estar √† altura das aspira√ß√Ķes da DS. H√° uma grande placa de pl√°stico macio no topo do tablier, alguns acabamentos bonitos espalhados pelo interior e um sistema de info-entretenimento de tamanho razo√°vel. Isto √© bastante bom, mas parece um pouco datado em compara√ß√£o com os melhores sistemas que existem por a√≠.

Uma investiga√ß√£o mais atenta revela rapidamente um monte de pl√°stico duro e barato que mina as aspira√ß√Ķes do mercado. Embora uma certa quantidade inteligentemente escondida fosse aceit√°vel, aqui est√° localizada em √°reas com as quais interages muito, incluindo a parte superior das portas e a consola central. Muitos dos bot√Ķes tamb√©m s√£o um pouco soltos para carregar, sem a solidez que se espera de um produto premium.

O volante em si est√° no lado grande com bot√Ķes que podem ser um pouco el√°sticos para funcionar confortavelmente. Os bancos da frente s√£o confort√°veis e bem equipados, mas n√£o oferecem muito apoio quando se faz uma curva r√°pida. H√° uma variedade de diferentes op√ß√Ķes de pele dispon√≠veis que, apesar de notadamente muito melhor, tamb√©m s√£o bastante caras.

Descobre o RENTING de DS 4
Cuota fija sin riesgo

    A versão de 148bhp do diesel de 2.0 litros é tentadora, pois tem o mesmo consumo de combustível que o de 1.6 litros, um consumo estimado de 3.2l/100km

    Design moderno

    Espaço e praticidade

    Os bancos traseiros são claustrofóbicos, graças a pequenos vidros traseiros que não se abrem e a uma linha de tejadilho que desce. O espaço para as pernas é praticamente inexistente, com alguém de altura média ao volante. Podes caber três na parte de trás, mas até os pequenos indivíduos vão estar a bater nos ombros.

    Não só os bancos traseiros estão apertados, como o acesso a eles é muito mais difícil do que possas esperar. As portas são pequenas e desajeitadas, o que significa que quase tens de te atirar para os assentos traseiros. E voltar a sair é ainda mais difícil.

    Nas costas da DS 4, a bagageira tem uma capacidade de 380 litros, a mesma de um Volkswagen Golf, e est√° equipada com cintas √ļteis para atar cargas, mais uma lanterna recarreg√°vel.

    Contudo, o acesso a este espaço pode ser complicado; o lábio de carga é muito mais alto do que o chão da bagageira. Se decidires dobrar os bancos traseiros, eles não se esticam e há um grande passo para cima desde o chão da bagageira até eles.

    Na parte de tr√°s da DS 4, a bagageira tem uma capacidade de 380 litros, a mesma de um Volkswagen Golf, e est√° equipada com cintas √ļteis para atar cargas, mais uma lanterna recarreg√°vel

    Revis√£o da DS 4

    Coment√°rios idoneo

    Mesmo a DS 4 mais barata, a vers√£o a gasolina de 1.2 litros em Elegance trim, vai custar-te mais do que um Audi A3. Como seria de esperar por esta quantidade de dinheiro, recebes muito equipamento.

    Isto inclui jantes de liga leve de 17 polegadas, sensores de estacionamento traseiros, luzes e limpa p√°ra-brisas, controlo clim√°tico de zona dupla e um sistema de entretenimento com ecr√£ t√°ctil Bluetooth de 7 polegadas com Apple CarPlay e sat-nav.

    Actualizar para o Prestige n√£o √© muito caro e acrescenta rodas de 18 polegadas, bancos em pele, luzes direccionais de xenon, entrada e arranque sem chave, c√Ęmara de marcha-atr√°s e puxadores cromados das portas. Embora possa ser tentador, Elegance tem a maior parte do equipamento que queres, enquanto que o passeio √© melhor nas rodas mais pequenas de 17 polegadas.

    Se quiseres um Crossback, eles vêm efectivamente num Prestige trim, por isso são um pouco mais caros que um DS 4 "normal", mas um pouco mais baratos do que os pequenos SUV rivais premium, como o Audi Q2.

    Todos os modelos recebem uma quantidade razoável de kit de segurança, incluindo seis airbags, assistência ao arranque em colinas, controlo de estabilidade e controlo de tracção. No entanto, a travagem autónoma não está disponível.

    Emiss√Ķes e economia s√£o um ponto forte para a DS 4; o melhor √© o diesel de 1.6 litros e a vers√£o de 148bhp do diesel de 2.0 litros. Ambos conseguem mais de 3.3l/100km no ciclo combinado e emitem entre 100 e 103 g/km, dependendo do tamanho da roda. Mesmo o diesel de 178 cv mais potente √© capaz de 115 g/km e mais de 3.9l/100km.