18 Abril, 2023

O derradeiro guia para comprar um carro

Encaremos os factos. Todos n√≥s adoramos a ideia de um carro novo em folha. Essa sensa√ß√£o quando te sentas ao volante pela primeira vez, o cheiro de um carro novo, v√™-lo estacionado √† porta da tua casa todos os dias; um carro novinho em folha, como se costuma dizer, √© fixe. √Č algo especial, um feito na vida para te gabares e desfrutares. Mas deixa de ser t√£o fixe quando os pagamentos come√ßam a chegar: seguros, impostos, a conta financeira mensal, mudan√ßas de pneus, manuten√ß√£o. Se nos encontramos nesta situa√ß√£o dif√≠cil quando √© altura de os enfrentarmos, √© porque fizemos a escolha errada. Comprar um carro √© muito apaixonado e visceral. Deixamo-nos levar pelo seu design, pela pot√™ncia do motor, pela marca ou pela moda. Raramente paramos para olhar para uma s√©rie de outras coisas quando estamos prestes a comprar um carro novo que, √† primeira vista, pode ter pouca influ√™ncia, mas que, a longo prazo, pode ser uma praga.

Antes de mais, deve ficar claro que n√£o existe um carro perfeito. N√£o importa o que esse amigo conhecedor te diga, n√£o importa o que leias nas revistas, n√£o existe tal coisa como um carro perfeito. √Č bem poss√≠vel que tudo o que um condutor gosta, tu n√£o precisas, ou n√£o gostas de todo. Tamb√©m √© mais do que poss√≠vel que o que √© muito importante para outro utilizador seja dispens√°vel para ti. Claro que √© l√≥gico que as necessidades de um n√£o s√£o as necessidades de outro, e por isso, o mesmo carro n√£o √© bom. O que realmente existe √© uma m√° compra, ou por outras palavras, a compra perfeita. Ou seja, aquele carro que se adapta a todas as tuas necessidades, ao teu or√ßamento e que tu gostas. E √© poss√≠vel encontrar algo assim, mas √© necess√°rio procurar, fazer c√°lculos e ser muito claro sobre o que vamos precisar.

Sim, haver√° coisas que ser√£o determinadas pelos gostos pessoais ou pelos passatempos que possamos ter. Um utilizador normal, que usa o seu carro para trabalhar, fazer compras ou viagens ocasionais, n√£o comprar√° o mesmo carro que um entusiasta de carros. Estes √ļltimos s√£o, de facto, muitas vezes os piores compradores, pois s√£o muito mais movidos pelos seus gostos e paix√£o por estas m√°quinas do que os outros. √Č por isso que √© muito comum encontrar um condutor com o carro dos seus sonhos, desportivo, com um motor potente e com problemas todos os meses para cobrir todas as suas despesas. Ser√° que ele fez uma m√° compra? Financeiramente, sim, claro, mas apaixonadamente, n√£o. Embora isto seja algo muito amb√≠guo que vamos deixar de lado.

Mulher sentada no carro

Orçamento e necessidades são o primeiro ponto

Antes de iniciar a pesquisa ou simplesmente considerar a compra de um carro novo, temos de ser muito claros quanto ao nosso orçamento e até onde podemos ir. Podemos ser capazes de pagar uma mensalidade elevada, mas quando se trata de certas despesas como pneus ou seguros, podemos encontrar-nos em apuros. Portanto, a primeira coisa a fazer é saber exactamente quanto dinheiro temos disponível para cobrir todos os custos possíveis do carro. Por exemplo, o seguro de um Volkswagen Golf não custa o mesmo que a apólice de um Volkswagen Polo, nem o imposto, a mudança de pneus, o consumo de gasolina e assim por diante. Mesmo dentro do Grupo Volkswagen-Audi, como sei que mencionaste, estes custos diferem de um Volkswagen para um SEAT ou um Skoda.

Quando estivermos esclarecidos sobre o dinheiro dispon√≠vel para a compra do nosso novo carro, que ser√° uma despesa mensal enquanto o tivermos, temos de definir as nossas necessidades. Este ponto n√£o √© f√°cil, pois as nossas necessidades podem mudar de um dia para o outro, especialmente se tivermos um parceiro est√°vel, por exemplo. Por isso, n√£o nos devemos concentrar apenas no "agora", mas tamb√©m em algum tempo √† frente. Se vamos ter filhos nos pr√≥ximos anos, √© poss√≠vel que aquele carro de que tanto gostas comece em breve a ser um problema devido √† falta de espa√ßo e, talvez, j√° n√£o gostes tanto dele e tenhas gasto muito dinheiro da forma errada. Ter filhos n√£o significa que precisemos de um carro grande, durante os primeiros anos a necessidade de espa√ßo n√£o √© t√£o grande, mas podemos precisar de um carro com um bom porta-bagagens e cinco portas. Esta √ļltima n√£o ser√° um problema, contudo, uma vez que os fabricantes concordaram em retirar esta op√ß√£o dos seus cat√°logos. Existe tamb√©m a possibilidade de haver dois carros em casa e muitos destes inconvenientes tornar-se-√£o secund√°rios.

H√° mais coisas que entram em jogo com o passar do tempo, uma mudan√ßa de emprego ou de casa pode fazer do nosso carro dos sonhos uma verdadeira responsabilidade. Mas estas coisas s√£o mais complicadas de controlar. O que n√£o √© assim t√£o dif√≠cil de controlar √© se precisas mesmo de um carro. Se vives no centro de uma grande cidade e te deslocas para o trabalho por transportes p√ļblicos, deves considerar como usarias o carro no teu tempo livre. √Č bem poss√≠vel que a compra de um carro seja uma despesa totalmente desnecess√°ria em muitos casos e seja mais uma quest√£o de h√°bito ou "cultura" do que de necessidade real. Se somos entusiastas esta pergunta tem uma resposta directa e retumbante: sim, eu preciso de um carro. Os Hobbyists, como n√≥s, querem ter um carro, mesmo que s√≥ o usemos aos fins-de-semana para sair a conduzir e depois conduzir para casa at√© ao fim-de-semana seguinte. De facto, muitos entusiastas de carros t√™m um carro em casa pelo simples capricho de possu√≠rem um carro. Nada pode ser feito para convencer um entusiasta de carros de que o seu carro √© uma despesa in√ļtil, ele ir√° ignor√°-lo.

Modelos de Toyota Corolla

que uso vamos dar a ele?

Decidido, tu precisas mesmo do carro e n√≥s temos o dinheiro dispon√≠vel sob controlo. Agora √© altura de pensar em como o vais utilizar. Conduzes muitos quil√≥metros por ano? Esses quil√≥metros est√£o na cidade ou na estrada? Perguntas que na maioria dos casos n√£o s√£o feitas e acabas por comprar de acordo com a moda. O melhor exemplo √© o motor diesel, uma tecnologia que varreu o mercado como poucas outras coisas fizeram e que muitos utilizadores n√£o precisaram, mas quando compraram o carro basicamente olharam para o facto de todos os outros o terem e para o seu baixo consumo de combust√≠vel. E acontece que um carro a diesel, especialmente h√° alguns anos atr√°s, √© mais caro de comprar porque usa tecnologia e componentes que custam mais a fabricar e, a longo prazo, o menor consumo de combust√≠vel e os menores custos de combust√≠vel n√£o compensam o custo de compra. Sim, n√≥s sabemos, √© √≥ptimo ir de f√©rias √† praia e gastar apenas meio dep√≥sito, mas se essa √© a nossa √ļnica desculpa para justificar a compra desse carro em particular, cometemos um erro.

Por exemplo, se a nossa quilometragem √© maioritariamente na cidade e o nosso trajecto di√°rio √© muito curto, um gas√≥leo n√£o √© o caminho a seguir. √Č melhor optar por um motor a gasolina ou, hoje em dia, por um h√≠brido. Os motores diesel sofrem muito em viagens curtas porque certos elementos, tais como o conversor catal√≠tico, precisam de ficar muito quentes para funcionar correctamente e em viagens t√≠picas pela cidade, n√£o atingem esta temperatura e podem sofrer avarias. Basta olhares para o segmento dos carros da cidade e ver√°s que nenhum deles tem um motor diesel. H√° uma raz√£o, n√£o h√°? Os h√≠bridos da cidade s√£o particularmente interessantes devido √† sua capacidade de funcionar com o motor el√©ctrico durante alguns quil√≥metros. Se tivermos a possibilidade de um ponto de carregamento em casa ou muito perto, um h√≠brido plug-in pode ser uma b√™n√ß√£o.

O oposto tamb√©m √© verdade para longas viagens di√°rias nas estradas. Aqui um gas√≥leo √© imbat√≠vel. Na estrada a uma velocidade constante, mesmo a altas velocidades, um motor diesel consome muito menos combust√≠vel que uma gasolina ou um h√≠brido e n√£o sofre dos problemas acima mencionados quando conduz em cidades e vilas. E se gostas de motores potentes, h√° carros a gas√≥leo que te v√£o tirar o f√īlego. Por outro lado, se s√≥ vais usar o carro aos fins-de-semana e para "brincar", trata-te com um potente motor a gasolina. Os custos de combust√≠vel n√£o ser√£o um problema pois, dado o seu baixo consumo, ser√° totalmente aceit√°vel. H√° tamb√©m o caso de teres um carro para usar aos fins-de-semana, mas para viajar 'para a cidade', para ver a fam√≠lia ou de f√©rias, neste caso, um motor a gasolina tamb√©m n√£o √© uma m√° escolha uma vez que, como no caso anterior, o custo mais elevado √© aceit√°vel se n√£o for cont√≠nuo.

No entanto, todos estes casos est√£o sujeitos a outros custos, tais como os pneus, trav√Ķes, etc... Quanto mais potente for o motor, maiores ser√£o os pneus e mais caro ser√° mud√°-los. Se fizermos "curvas", os trav√Ķes e os pneus sofrem muito e podem precisar de ser mudados muito mais cedo do que as recomenda√ß√Ķes do fabricante. O custo da manuten√ß√£o √© outro ponto a ter em conta, uma vez que se fizermos muitos quil√≥metros por ano, a manuten√ß√£o ser√° muito mais cedo e o custo ser√° mais elevado. Ter o carro parado durante muito tempo n√£o evita a manuten√ß√£o, esta √© uma cren√ßa errada. Um carro que est√° parado h√° muito tempo pode sofrer avarias porque n√£o √© usado, os pneus deformam-se e o √≥leo perde as suas propriedades com o tempo, entre outras coisas.

Interior citroen c3

Fica o mais bem informado possível e não te deixes seduzir

Vivemos na era da informação, temos nos nossos bolsos um dispositivo que nos permite aceder a todo o conhecimento dos seres humanos até à data, que utilizamos sempre para redes sociais ou para ver vídeos de gatos. Vamos usá-lo mais apropriadamente e procurar informação sobre aquele carro de que tanto gostamos, sobre o seu desempenho, o seu consumo e os seus custos associados. Quanto mais informação tiveres, melhor. Além disso, não é aconselhável acreditar em tudo o que a marca ou o vendedor do concessionário diz. Eles ganham a vida a vender carros, vão dizer-nos todos os seus pontos positivos, vão mostrar-nos a sua tecnologia e dizer-nos coisas maravilhosas sobre os seus carros, mas não vão mencionar quaisquer problemas possíveis, custos associados ou qualquer outra coisa que possa condicionar a compra de uma forma negativa.

Os f√≥runs s√£o uma fonte inesgot√°vel de informa√ß√£o. Os utilizadores comentam sobre os seus problemas, como os resolveram, se s√£o comuns ou se, pelo contr√°rio, √© uma simples coincid√™ncia de uma unidade espec√≠fica. Tamb√©m podes encontrar informa√ß√£o sobre o desempenho do carro, custos reais, dicas e truques. Se for um f√≥rum de carros, a informa√ß√£o ser√° mais detalhada e poder√°s saber, gra√ßas aos coment√°rios e opini√Ķes de centenas de pessoas, se est√°s a um passo de comprar um carro fi√°vel e dur√°vel ou um verdadeiro naufr√°gio. Embora tenhamos de dizer que este √ļltimo √© realmente escasso e os carros de hoje s√£o bastante fi√°veis, embora nenhum deles esteja isento de problemas ou avarias.

Uma coisa muito t√≠pica a fazer √© procurar nas revistas de carros para obter informa√ß√£o sobre o modelo que mais gostamos. √Č uma boa fonte de informa√ß√£o, especialmente no que diz respeito √†s caracter√≠sticas, desempenho, comportamento e utiliza√ß√£o do ve√≠culo. As revistas digitais, os sites recorrentes, s√£o outra fonte de informa√ß√£o que podemos consultar em qualquer lugar, mesmo no pr√≥prio concession√°rio para esclarecer quaisquer d√ļvidas que possamos ter. Os websites oficiais de cada marca s√£o outra fonte de informa√ß√£o essencial. E claro, n√£o devemos ficar satisfeitos com a primeira oferta que recebemos, devemos ultrapassar a tenta√ß√£o de nos mantermos fi√©is a essa primeira cita√ß√£o e devemos continuar a procurar. Os pre√ßos mudam de um concession√°rio para outro, mesmo que estejam na mesma rua.

Toyota gt86 vermelho

novo, em segunda m√£o, stock...?

Estamos na recta final, e estamos a menos tempo de poder assinar o contrato de compra e levar para casa aquele carro com que sonh√°mos ou de que tanto precisamos. H√° apenas uma quest√£o que, embora possa n√£o parecer, ir√° afectar a nossa compra: Novo, em segunda m√£o, stock, leasing, zero quil√≥metro? H√° pouco a comentar nesta sec√ß√£o, embora possamos dar-te algumas breves indica√ß√Ķes. A carro novo √© apenas isso, novo, novinho em folha, e podemos dizer pouco sobre isso, mas por outro lado, um carro de stock √© algo que pode ser interessante. Este tipo de op√ß√£o n√£o √© o carro que est√° em exposi√ß√£o, os concession√°rios t√™m carros n√£o registados armazenados na sua √°rea privada de armazenamento √† espera de um comprador. Eles j√° est√£o configurados, sem a possibilidade de montar extras, a menos que recorramos ao cat√°logo de acess√≥rios e nem sempre √© poss√≠vel, mas estes carros t√™m normalmente pre√ßos especiais para os tornar mais atractivos para o potencial comprador. Pode n√£o ser a cor que queremos, pode n√£o ter o sistema que t√≠nhamos em mente, mas a redu√ß√£o de pre√ßos normalmente compensa estas desvantagens.

Os carros de zero quilómetro são carros muito interessantes, se formos muito claros sobre o que eles são. Um carro de zero quilómetro é uma unidade registada em nome do concessionário de forma a cumprir a quota mensal ou anual solicitada pela marca. Por outras palavras, é um carro novo, que não deve ter mais de 50 quilómetros, mas como está registado, é considerado um carro em segunda mão e o seu preço é mais baixo. Além disso, quanto mais tempo o carro estiver na concessionária, mais dinheiro perdem e normalmente oferecem ofertas para os venderem relativamente depressa. Portanto, um carro com 4.000 quilómetros não é um carro de zero quilómetros, por muito que nos digam o contrário na concessionária. Isto é um carro usadocom muito poucos quilómetros de uso e talvez muito mais interessante do que os restantes, mas não um quilómetro zero. Quanto a alugapode ser uma opção se planeamos mudar de carro muitas vezes, pois não vamos perder dinheiro devido à desvalorização que um carro sofre ao longo da sua vida.

E, finalmente, o √ļltimo passo: testar o carro. N√£o deves assinar um contrato de compra sem test drive do carro, tal como n√£o deves aceitar um 'test drive'. Se n√£o h√° possibilidade de fazer um test-drive, vai a outro concession√°rio. O test drive √© uma sec√ß√£o muito importante, vai dizer-nos muitas coisas sobre o carro e vai permitir-nos vermo-nos ao volante do carro; podes n√£o gostar dos bancos, pode ser desconfort√°vel operar um controlo, podes n√£o gostar da sensa√ß√£o dos pedais ou de qualquer outra coisa que torne a experi√™ncia com o carro n√£o muito gratificante. E n√£o aceites a t√≠pica condu√ß√£o em auto-estrada que muitos concession√°rios d√£o, o test-drive deve ter pelo menos 20 minutos e deve levar-te pela cidade e por estradas secund√°rias. Na auto-estrada, 99% dos carros conduzem perfeitamente bem, mas uma viagem pela cidade diz muito sobre um carro.

Resumindo este guia para comprar um carro

Podem faltar algumas coisas neste 'pequeno' guia para comprar um carro, por exemplo, não cobrimos o tipo de carro ou a carroçaria, mas não há necessidade de ir muito mais longe do que isso. Aqui, basicamente, podes encontrar alguns passos que te vão ajudar muito na compra de um carro e que, uma vez em casa, será tudo satisfação. Porque a compra de um veículo é cara, de acordo com alguns estudos, a segunda maior despesa depois de uma casa que as famílias fazem, por isso é melhor jogar pelo seguro do que encontrar surpresas desagradáveis. Além disso, em Idóneo gostamos de carros e acreditamos que um bom conselho é essencial para uma compra bem sucedida. A partir daqui, os gostos de cada um farão o resto.

Renting de carros

Ele estreia seu carro sem preocupa√ß√Ķes e adaptando -o a voc√™