Hyundai Bayon

Descobre o novo SUV urbano

  • Desenho diferente com personalidade
  • Versatilidade
  • Etiqueta ECO
  • Segmento sobrelotado

Descobre o Hyundai Bayon

Não há como negar que os gostos dos utilizadores são tão voláteis como a própria gasolina. Em pouco mais de 25 anos assistimos a uma mudança de oferecer todo o tipo de estilos de carroçaria, com um foco especial nos MPV, para carroçarias de cinco portas e motores a diesel, para mais tarde virarmos as costas a tudo e a toda a gente que queira um SUV com um motor híbrido, independentemente do seu tamanho. Mas isso não é tudo, porque a evolução dos SUV também é muito perceptível e, hoje em dia, um SUV não é muito diferente de um compacto equivalente, mas com um pouco mais de altura e por vezes nem isso, porque acaba por ser um truque visual que se realiza com o design para oferecer a sensação de maior altura. Dá apenas uma olhadela ao novo Hyundai Bayon.

Os SUV tornaram-se gradualmente mais e mais versáteis, versáteis e focados inteiramente no uso na estrada. Eles mantêm alguns detalhes do "SUV", tais como um aspecto robusto, asas com uma asa mais larga em comparação com um carro de passageiros convencional, uma posição de condução minimamente elevada e uma carroçaria mais alta. Mas por baixo de tudo isto está um carro vulgar, um carro que foi concebido para ser sempre conduzido em pista porque, afinal, mesmo que os utilizadores prefiram um SUV, nunca sairão de todo da estrada. Bem, eles podem ocasionalmente conduzir numa estrada de terra, mas nada realmente complicado ou que possa fazer com que o carro sofra.

Tudo isto est√° perfeitamente incorporado no novo Hyundai Bayon, um carro que procura surpreender com o seu design, como eles tamb√©m fizeram com o Hyundai Tucson, mas que sob este design inovador esconde basicamente um Hyundai i20. A mesma plataforma que suporta o carro utilit√°rio coreano √© usada para dar vida ao novo Bayon e, por acaso, para preencher a lacuna deixada pelo Hyundai i20 Active, uma vers√£o mais "country" do Hyundai i20 que tinha rodas espec√≠ficas, protec√ß√Ķes de pl√°stico preto na carro√ßaria e, em suma, para oferecer uma abordagem mais aventureira no formato crossover.

Queres mais informação sobre o Hyundai Bayon?

Informa√ß√Ķes de prote√ß√£o de dados de idoneo Leia antes de aceitar

Hyundai Bayon

Desenho exterior

Design pessoal e diferente, tal como o seu irm√£o Hyundai Tucson

√Č impressionante ver como o design do carro mudou e como a Nissan Juke influenciou os modelos actuais da gama B-SUV, especialmente nos designs que a Hyundai est√° a apresentar. E mencionei o pequeno SUV da Nissan, porque foi o primeiro a separar os projectores frontais, colocando as luzes diurnas permanentes ao n√≠vel do capot, deixando os far√≥is principais mais baixos e separados das luzes diurnas permanentes. √Č uma solu√ß√£o de design que a Citro√ęn tamb√©m utilizou depois da Nissan, dando muito mais peso dentro do alcance desta linguagem de design. Poderia ter sido a Citro√ęn a populariz√°-la?

O facto é que a Hyundai adoptou-o nos seus carros e com bastante sucesso, conseguindo front-ends muito poderosos e com muita personalidade. Com o Hyundai Tucson passaram para outro nível, muito mais espectacular quando os faróis estão acesos, mas com o novo Bayon continuaram com a linha de design vista no Hyundai Kona, um modelo que está imediatamente um passo acima do novo Bayon. No entanto, em termos de tamanho, tanto o Kona como o Bayon são quase rivais e podem roubar os clientes um do outro.

O novo Hyundai Bayon tem 4,18 metros de comprimento, enquanto a largura √© de 1,75 metros e a altura √© de 1,49 metros. √Č apenas 2,5 cent√≠metros mais curto que uma Hyundai Kona, ligeiramente mais estreito (a Kona tem 1,80 metros de largura) e ligeiramente mais baixo. A dist√Ęncia entre eixos, que tem um impacto directo no espa√ßo e estabilidade do novo Hyundai Bayon, √© cerca de tr√™s cent√≠metros mais curta, embora o novo Hyundai Bayon seja muito mais leve que a Kona (1.170 kg contra 1.312 kg). N√£o podemos ignorar o facto de que o Bayon tem significativamente mais espa√ßo de chuteira do que a Kona, com 411 litros.

Estes n√ļmeros mostram como a Hyundai est√° a visar um tipo diferente de cliente com o Bayon, apresentando um carro que claramente tem um design que visa combinar as coisas boas de um SUV com as coisas boas de um modelo de utilidade vers√°til e √°gil. A linha do tejadilho, por exemplo, tem muito pouca queda na traseira, evitando roubar espa√ßo dos assentos traseiros na altura do ve√≠culo. A bagageira tamb√©m beneficia deste design e a vista lateral √© bastante equilibrada e homog√©nea. Os pain√©is do corpo s√£o, talvez, um pouco "sobre-moldados", com formas que procuram surpreender e chamar a aten√ß√£o, mas que s√£o um pouco exageradas. Obviamente, isto √© muito subjectivo e apenas pretendemos dar a nossa opini√£o com base na nossa experi√™ncia e, claro, nos nossos gostos.

Contudo, se a parte da frente se destaca pela sua personalidade, a parte de trás não o é menos. As luzes altas em forma de boomerang estão ligadas por uma fina faixa que separa visualmente a janela traseira e a parte inferior da tampa da bagageira, que por sua vez está separada do resto da traseira por cores contrastantes. Faz o design estalar, parece mais leve e oferece um pouco mais de diferenciação em relação aos outros rivais no mercado. Bonito? De acordo com o gosto, mas gostaríamos de o ver em outras cores que não a utilizada nas fotos de imprensa.

Descobre o RENTING de Hyundai Bayon
Cuota fija sin riesgo

    Um design que pretende combinar as coisas boas de um SUV com as coisas boas de um modelo utilit√°rio vers√°til e √°gil.

    Hyundai Bayon interior

    Design de interiores

    Tecnologia e muita digitalização no interior

    Toda a ousadia exterior é um pouco diluída no interior, onde se assume muito menos riscos. Em geral, os fabricantes tendem a oferecer um design diferenciador no exterior, mas um design mais tradicional no interior, onde o utilizador precisa de clareza e ordem, especialmente porque nada deve distrair a atenção do caminho. Mesmo assim, as linhas do tablier parecem modernas, usando uma solução que pode ser encontrada em modelos rivais, tais como respiradouros de ar visualmente alongados. Ou dito de outra forma, embora as aberturas de aquecimento pareçam abranger toda a largura do tablier, na realidade só são funcionais onde sempre estiveram, no centro e nos lados. O resto é ornamentação.

    Uma √°rea de louvor para o novo Hyundai Bayon s√£o os controlos clim√°ticos, uma vez que os bot√Ķes f√≠sicos foram mantidos. O mesmo n√£o acontece com o sistema multim√©dia, mas os controlos do volante (tamb√©m bot√Ķes f√≠sicos) foram mantidos, por isso esta parte fica no banco de tr√°s. Agora, caro leitor, podes estar a pensar que o interior que viste onde tudo era digital e sens√≠vel ao toque √© "mais fresco", mas mesmo que pare√ßa mais bonito e futurista, n√£o oferece a seguran√ßa que um bot√£o tradicional oferece quando o pressionas enquanto conduzes. Os controlos t√°cteis for√ßam-te a tirar os olhos da estrada por mais tempo do que devias, e isso n√£o √© uma coisa boa.

    A instrumenta√ß√£o √© totalmente digital, com um ecr√£ de 10.25 polegadas, do mesmo tamanho que o ecr√£ central do equipamento multim√©dia. N√£o faltam o Android Auto, Apple CarPlay e a √ļltima vers√£o do Hyundai Bluelink (sistema de informa√ß√£o em tempo real para estacionar, abrir e fechar o carro atrav√©s de uma aplica√ß√£o m√≥vel ou reconhecimento de voz online). Tamb√©m √© de salientar o equipamento de seguran√ßa, com coisas como o Lane Keep Assist (LKA), Lane Follow Assist (LFA), Smart Cruise Control (NSCC) baseado na navega√ß√£o, Intelligent Speed Limit Assist (ISLA), Forward Collision Avoidance Assist (FCA) com detec√ß√£o de pe√Ķes e ciclistas e fun√ß√£o de viragem de intersec√ß√£o, Lane Departure Warning (LVDA), Driver Attention Alert (DAW) e Blind Spot Collision Avoidance Assist (BCA) para nomear apenas alguns.

    Bayon

    Motorização

    Esquece o diesel para sempre

    Uma das tend√™ncias mais importantes na ind√ļstria autom√≥vel √© a elimina√ß√£o gradual dos motores diesel. Desde o incidente da "batota" da Volkswagen (h√° cerca de cinco anos...), a tecnologia diesel tem perdido credibilidade e os utilizadores t√™m virado as costas a estes motores a favor da hibridiza√ß√£o. O acoplamento de um motor el√©ctrico a um motor de combust√£o parece ser uma receita perfeita para os condutores de hoje em dia e, do nosso ponto de vista, sendo a maioria das viagens em zonas urbanas, √© certamente a melhor escolha a fazer.

    Este √© precisamente o caminho que a Hyundai tomou com o lan√ßamento do novo Bayon: sem motores diesel, mas sim a electrifica√ß√£o. A Hyundai √© um dos fabricantes que melhor gere a electrifica√ß√£o dos seus carros, com uma gama muito completa e que toca em todas as √°reas, ou seja, t√™m hibrida√ß√£o suave, hibrida√ß√£o convencional, hibrida√ß√£o plug-in, tecnologia puramente el√©ctrica e at√© de c√©lulas de combust√≠vel. N√£o h√° d√ļvida de que s√£o uma refer√™ncia a seguir em termos de inova√ß√£o, desenvolvimento e tecnologia aplicada.

    Assim, a linha de motores da Hyundai Bayon consiste em motores a gasolina e híbridos suaves (o que preferires chamar-lhe). O motor de entrada na gama Bayon será o bloco de 1-2 MPi com 84 cv e uma transmissão manual de cinco velocidades. A opção seguinte será a 1.0 T-GDi com 100 CV, transmissão manual de seis velocidades e três modos de funcionamento: ECO, Normal e Sport. No topo da gama estará o mesmo motor 1.0 T-GDi com sistema de hibridação suave de 48 volts, fornecendo 120 CV e emparelhado com a transmissão manual inteligente de seis velocidades (iMT) e os mesmos modos de funcionamento que o motor de 100 CV. Também está disponível uma transmissão automática de dupla embraiagem de sete velocidades.

    Conclus√£o/Opini√£o

    Idoneo Opini√£o

    Outro SUV num segmento sobrelotado, jogando a carta do design e da tecnologia. Parece que o segmento dos SUV urbanos vai ficar interessante nos pr√≥ximos anos, especialmente com os novos designs que se atrevem a ser postos na estrada. Carros como o Citro√ęn C3 Aircross, o DS3 Crossback, o Nissan Juke, o Ford Puma, o irm√£o mais novo do Bayon, o Hyundai Kona e o KIA Stonic prometem animar consideravelmente as coisas. N√£o seria uma coisa m√° se pud√©ssemos fazer uma compara√ß√£o com todos estes carros, seria extremamente interessante.

    At√© podermos fazer algo assim, contentar-nos-emos com a informa√ß√£o fornecida pela marca e, com base nessa informa√ß√£o, a mais interessante de todas √© a Hyundai Bayon equipada com o motor h√≠brido suave. √Č o mais potente, o que permite maior facilidade na estrada e n√£o falta de pot√™ncia quando o carro est√° carregado, mas tamb√©m gra√ßas ao facto de ser semi-h√≠brido, tem uma etiqueta ECO da Direcci√≥n General de Tr√°fico, com todas as vantagens que isso implica.

    A cor nas fotos da imprensa destaca realmente as formas da carroçaria, mas pessoalmente não gosto, com o sólido tom vermelho, por exemplo, da Hyundai Kona, seria certamente um carro ainda mais atraente e apelativo.